Velocidade: Santa-cruzense disputa Rally dos Sertões

Os nervos estão à flor da pele. Mas a ansiedade pela estreia na principal competição de rally velocidade no Brasil – o Rally dos Sertões – do santa-cruzense Roberto Keller, 31 anos, só não é maior porque tem ao seu lado um experiente navegador, Tiago Posl, de Gravataí, pentacampeão gaúcho. O navegador vai para sua terceira participação, sendo que no ano passado ficou em quarto lugar na categoria graduados. A dupla vai pilotar o UVT Maverick X3 XRS pela equipe gaúcha Trancos e Barrancos, e participará do Rally dos Sertões entre os dias 18 a 25 de agosto, com largada em Goiânia (GO) e chegada em Fortaleza (CE).

Roberto começou o gosto pela velocidade há 12 anos, quando passou a fazer trilhas na região. Mas notou que a adrenalina que sentia pelo esporte a motor carecia de novos desafios e há cerca de um ano passou a se dedicar ao rally de regularidade. “Eu gosto muito de velocidade e encontrei no rally a forma de satisfação em acelerar”, destaca Keller. Há um ano e meio comprou um UTV – sigla em inglês para Utility Task Vehicle, ou veículo utilitário multitarefas. Nas competições, é um intermediário entre um carro e um quadriciclo.

Ao começar a acompanhar a modalidade e os campeonatos, encontrou na equipe gaúcha Trancos e Barrancos a possibilidade de ter o suporte para participar de competições. Foi na equipe que encontrou no navegador Tiago Poisl o companheiro ideal para voos mais altos. Ele tem experiência de 22 anos em rally, com participação em mais de 500 provas. Segundo Poisl, esta edição do Rally dos Sertões será muito difícil.

“Será uma prova de resistência, bastante competitiva e é preciso saber dosar para não quebrar o carro”, destacou. Outro desafio é a mudança de relevo e terreno e condições climáticas, já que o percurso vai percorrer quatro estados diferentes. “Estudamos bastante a categoria e o carro para nos prepararmos, além de que fizemos alguns treinamentos para que pudéssemos entrosar a dupla”, citou Tiago.

O UVT Maverick X3 XRS de Roberto e Tiago passou por ajustes durante um mês em São Paulo, numa das melhores equipes do Brasil – a Território 4×4, do piloto Edu Piano -, que fez as aadaptações necessárias de estrutura e segurança. No RS, a dupla conta com apoio da empresa Marr Sul, que é revenda de UTVs Can-Am no Estado e responsável por fornecer as peças e mecânicos.

Foto: Divulgação | Fonte: Assessoria

Related Post