Varejo gaúcho volta a ter saldo positivo na geração de empregos em setembro

Os números da geração de emprego no mês de setembro no estado, divulgados recentemente pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), foram recebidos com otimismo pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS). Especialmente pelo fato do varejo gaúcho ter reagido e gerado 1.402 novos postos de trabalho, após um período de queda na oferta de empregos.

O Rio Grande do Sul registrou no total, em setembro, um incremento de 1.359 vagas, encerrando um ciclo de cinco meses consecutivos de retração no número de vagas formais na economia.

“O resultado é ainda mais expressivo por tratar-se do primeiro mês de setembro com alta no emprego desde 2014. No mesmo período de 2017, ocorreu redução de 4.028 postos de trabalho. Portanto, fica a boa expectativa de que novos avanços vão ocorrer nos próximos meses, especialmente até março de 2019, tradicionalmente um período em que as empresas contratam novos colaboradores” destaca o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

Além do varejo, outro setor que registrou crescimento foi o imobiliário, com a geração de 1.308 novos empregos. “Acreditamos que em outubro e novembro esses números sejam ainda melhores, por se tratar de um período importante para todos os lojistas, pois além da já tradicional movimentação das compras de Natal, o comércio aproveita promoções como a Black Friday. Tudo isso acaba sendo um fator para geração de contratações temporárias, o que serve para alavancar não só o segmento, mas a economia como um todo”, afirma Koch.

No âmbito dos municípios, as contratações em todas as áreas da economia gaúcha estiveram centradas em centros industriais, como São Leopoldo, Caxias do Sul e Passo Fundo, seguramente por conta do aumento de encomendas que as fábricas receberam em função da tradicional elevação de consumo no último quadrimestre do ano. Já as quedas de vagas ocorreram principalmente em Santa Cruz do Sul e Venâncio Aires, em função das dispensas sazonais relacionadas à indústria do fumo.

Em relação as contratações varejistas no mês de setembro, 345 municípios gaúchos registraram estabilidade ou alta, diante de 154 com saldo negativo. Porto Alegre, Passo Fundo e Santa Cruz do Sul concentraram o maior número de contratações no varejo em setembro, enquanto Pelotas e São Leopoldo registraram as maiores quedas.

Foto: Reprodução | Fonte: Assessoria

Related Post