Sustentabilidade e inovação são temas da Fábrica Conceito, na Fimec

Uma edição focada na tecnologia da informação, tendo como destaque a conexão entre equipamentos, com a possibilidade de acompanhamento de cada etapa do processo, permitindo aos gestores tomar decisões em tempo para corrigir problemas na linha de produção.

Essa será a marca da Fábrica Conceito 2018, que será apresentada pelo Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos (IBTeC), Fenac S.A e Coelho Assessoria Empresarial, durante a Fimec 2018. Tecnologia da informação a serviço da indústria calçadista será o tema da edição 2018 do projeto que reunirá 70 empresas, 90 máquinas e será operada por 70 operários.

Para dar vida ao projeto, a coordenação convidou as indústrias Ramarim, de Nova Hartz/RS, fabricante de calçados femininos, e Kildare, de Novo Hamburgo/RS, marca de calçados masculinos. A Fábrica deverá produzir 3.000 pares de calçados em três dias de feira – parte da produção será destinada a instituições que atuam na área de responsabilidade social, escolhidas pelos coordenadores do projeto e pelas duas indústrias de calçados.

A proposta da fábrica é mostrar na prática máquinas, equipamentos, processos e componentes inovadores que estão sendo apresentados na feira, oportunizando que os visitantes da Fimec os vejam em condições reais de trabalho em uma indústria de calçados em pleno funcionamento.

Uma das linhas será totalmente operada por alunos do curso de formação profissional do Instituto de Tecnologia do Calçado Senai de Novo Hamburgo. É uma oportunidade para que eles possam vivenciar uma situação profissional real.

Além de trazer máquinas e equipamentos que garantem a otimização da produtividade das indústrias de calçados, o projeto mostrará como este setor está avançado no que diz respeito à integração de cada processo a partir do uso de tecnologias de informação. Também estarão sendo apresentados uma série de materiais e componentes inovadores e sustentáveis, como o processo produtivo de colagem do scarpin, totalmente isento de solventes orgânicos e altamente produtivo.

Os solados também trazem muito de inovação e sustentabilidade. Os materiais de injeção direta são a base de poliuretano, um deles produzido a partir de fontes renováveis. Os solados colados serão a base de um composto de Borracha Termoplástica e EVA, mais leve e confortável.

Outra novidade trazida pela Fábrica Conceito este ano é a participação de uma empresa parceira para a destinação dos resíduos produzidos pelo projeto. Todos os materiais serão recolhidos para uso na geração de energia alternativa para a indústria de cimento.

Um dos pontos de identificação do projeto está no seu posicionamento nas áreas de responsabilidade social e sustentabilidade. A fábrica selecionará em torno de 40 trabalhadores desempregados para atuar no projeto. Para eles é uma oportunidade de estar em contato com pessoas que lideram empresas, e mostrar sua capacidade de trabalho. O histórico do projeto tem mostrado que alguns destes trabalhadores conseguem boas oportunidades de entrevistas de emprego a partir desta participação.

Entre as soluções apresentadas pela Fábrica Conceito estará o Sistema de Operações Logísticas Automatizadas (SOLA), projeto de iniciativa da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados). A metodologia, fundamentada em padrões globais GS1 e boas práticas para processos, faz o gerenciamento e monitoramento de todas as informações da produção da Fábrica, o que permite rastreabilidade total.

Foto: Divulgação | Fonte: Assessoria

Related Post