Serviço de Inspeção Municipal e Vigilância Sanitária fiscalizam comerciantes de mel nas rodovias

No último domingo, 21, o Serviço de Inspeção Municipal (S.I.M.) em conjunto com a Vigilância Sanitária do município de Gramado, e com apoio da Brigada Militar, fiscalizou as bancas que comercializam mel ao longo das rodovias estaduais, a ERS 235 e a ERS 115. A ação decorreu em virtude de diversas denúncias feitas por consumidores, que verificaram a existência de mel sem rótulo de procedência vendidos nestes locais.

Dois médicos veterinários inspetores do SIM e um fiscal sanitário vistoriaram as bancas, fazendo notificações e na ocasião, foram apreendidos mais de 20 quilos de produto sem registro de procedência, numa clara contravenção à legislação sanitária vigente para o comércio de alimentos. A Inspeção Municipal já vinha realizando ações de conscientização e orientação junto a esses comerciantes às margens das rodovias, que podem comercializar produtos oriundos da agricultura familiar e do extrativismo.

Além disso, a legislação ainda determina os cuidados sanitários imprescindíveis para que todo alimento processado comercializado, seja na indústria ou de maneira artesanal, ainda que natural, como é o caso do mel, passe por examinação através dos órgãos responsáveis pela fiscalização, garantindo um produto de qualidade ao consumidor final.

“O mel necessita de certos cuidados, como abrigo do sol, embalagem lacrada e rotulagem completa com informações ao consumidor sobre a existência da inspeção oficial, e por ser um produto de origem animal precisa de registro no S.I.M, podendo assim ser comercializado dentro do município de origem. Já para venda em outras cidades é necessário o registro junto à Divisão de Inspeção de Produtos de Origem Animal (DIPOA/RS) ou então no Serviço de Inspeção Federal (SIF)”, explica o Secretário da Agricultura, Alexandre Meneguzzo.

Dessa forma, os consumidores devem sempre verificar na rotulagem do produto o prazo de validade, a identificação do produtor ou envasador, bem como a presença do selo de inspeção, que poderá ser municipal com o número do SIM, estadual com o selo do DIPOA ou então federal com o número do SIF.

Denúncias sobre irregularidade nos produtos de origem animal, tais como queijos, iogurtes, ovos, embutidos ou mel, poderão ser feitas através dos telefones (54) 3286-7658 ou (54)99983-0749, ou ainda pelo e-mail sim.gramado@gramado.rs.gov.br, e poderão ser feitas de forma anônima.

Foto: Divulgação | Fonte: Assessoria

Related Post