Seis destinos para viajar sem passaporte

Um anúncio realizado pela Polícia Federal na noite de 27 de junho preocupa pessoas que tinham planos de viagens internacionais: a emissão de passaporte está vetada por tempo indeterminado, para solucionar a insuficiência no orçamento da organização. Vale lembrar que o agendamento on-line e o atendimento nos postos da PF funcionam normalmente. No entanto, com exceção de casos emergenciais, como saúde, trabalho ou catástrofe natural, os cidadãos só receberão o documento físico após a normalização. Mas não há razão para desespero, pois ainda é possível cruzar fronteiras. Nos últimos anos, o Brasil assinou acordos bilaterais e facilitou a entrada dos viajantes em diversos países do Mercosul.

“Ainda é cedo para avaliarmos o impacto nas vendas em curto prazo, pois quem compra viagens internacionais, geralmente se programa com antecedência sobre os documentos exigidos. Mas em longo prazo, no caso dos passaportes que estão por vencer, deve, sim, gerar um impacto em vendas ou remarcação de passeios”, diz Gustavo Mariotto, gerente de marketing do ViajaNet. A agência levantou uma lista de locais onde é possível entrar portando apenas sua Carteira de Identidade (RG). Confira:

Peru

Foto: Divulgação

Herdeiro de uma cultura milenar, esse país tem uma das atrações mais enigmáticas e interessantes de toda a América Latina: Machu Picchu. Considerada uma região mística, foi descoberta pelo historiador americano Hiram Bingham em 1911 e proporciona uma experiência única aos viajantes. E o melhor: a exigência é apenas que o passageiro tome a vacina contra a febre amarela.

Uruguai

Foto: Divulgação

Às margens do Rio Prata está Montevidéu, a capital do país, uma cidade pacata e charmosa onde é possível contemplar um belo pôr-do-sol na praia, conhecer os cassinos mais animados, caminhar pela Rambla e engordar alguns quilos em uma das visitas ao Mercado del Puerto. Para amantes das artes plásticas, a melhor pedida é a Casapueblo. Localizada próximo de Punta del Este, essa antiga residência de verão do artista e arquiteto Carlos Páez Vilaró (1923-2014) inclui um museu, galeria de arte e hotel.

Argentina

Foto: Divulgação

Buenos Aires abriga diversos programas culturais e educativos, como a Casa Rosada, Plaza de Mayo e o Museu de Arte Latino-americana (MALBA). Separe algumas noites para se encantar com os shows de tango no Señor Tango, Café Tortoni ou El Querandí, enquanto se delicia com alfajores e guloseimas recheadas com o famoso dulce de leche na capital da Argentina. Para quem gosta de friozinho, a cidade de Bariloche é uma ótima pedida para aproveitar a temporada de inverno.

Colômbia

Foto: Divulgação

Todo viajante que se preze tem Bogotá em sua wishlist. A maior cidade colombiana guarda belezas inigualáveis, como o Cerro Monserrate, que tem cerca de 3.152 metros e possibilita uma visão geral do território. Para aqueles que apreciam a vida boêmia, não podem deixar de fora uma visita à Zona Rosa, repleta de bares e restaurantes badalados.

Paraguai

Foto: Divulgação

O local queridinho das sacoleiras também é formado por vários pontos turísticos. Quem desembarca em Assunção tem a oportunidade de conhecer mais sobre os antepassados paraguaios na Casa de La Indenpendencia, na Manzana de La Rivera e na Catedral Metropolitana de Assunção.

Chile

Foto: Reprodução

Um dos principais destinos turísticos na América do Sul, Santiago é o maior e mais desenvolvido centro urbano e cultural desse país que faz fronteira com a Cordilheira dos Andes. A programação da temporada de inverno inclui passeios em vinhedos e outras atrações variadas, como os museus de História Natural, de Arte Pré-Colombiana e de Moda. Além deles, a casa do poeta Pablo Neruda também pode ser visitada, em Valparaíso.

Fonte: Assessoria

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *