Sapiranga mobiliza a população contra o Aedes aegypti

Em sequência às ações rotineiras de conscientização, a Prefeitura de Sapiranga deu início a campanha com o tema Ajude a tirar o Aedes aegypti de Circulação – Todos Contra a Dengue para sensibilizar a população no combate à proliferação do mosquito Aedes aegypti. Organizada pela Secretaria Municipal de Saúde e Comitê Municipal de Prevenção e Combate a Dengue, equipes entregaram 5 mil panfletos com informações sobre cuidados com água parada, outras formas de prevenção e eliminação do mosquito.

Todos em prol da saúde pública

A mobilização, realizada na sexta-feira (23), ocorreu em frente a várias empresas e ruas na área central da cidade. “Todos são corresponsáveis pela saúde pública, portanto, cada um deve fazer a sua parte, eliminando todos os possíveis criadouros de mosquito”, afirma a secretária de Saúde, Janete Hess.
Com este propósito de alertar para a prevenção e estimular a promoção da saúde também estão sendo instaladas faixas educativas nas UBS São Luís, Amaral Ribeiro, Vila Irma e Centro, nas ESF Morada São Luís, Oeste, São Paulo, Ferrabraz/JG, UPA, Secretaria Municipal de Saúde, Câmara de Vereadores, além de pontos estratégicos como os viadutos da São Luiz e Santa Fé, entrada do Parque Municipal do Imigrante e na Prefeitura Municipal. A campanha Ajude a tirar o Aedes aegypti de Circulação – Todos Contra a Dengue terá ações ao longo do ano.

Sapiranga registra 111 focos do mosquito

“O mosquito Aedes aegypti não pode ser preocupação somente em épocas de calor e períodos chuvosos, mas o ano todo. Todo cuidado é pouco para se evitar chikungunya, zika e dengue, doenças transmitidas pela picada do mosquito”, diz Taís dos Santos Carrão, coordenadora técnica do Setor de Endemias da Secretaria de Saúde de Sapiranga e do Comitê Municipal de Prevenção e Combate a Dengue. O chamamento serve de alerta diante dos números. Nos primeiros meses do ano, foram positivados 111 focos (criadouros com a larva do Aedes aegypti) contra 53 identificados em 2017.
Segundo Taís, Sapiranga registra focos e não há incidência de doenças. Dos 111 focos, 23 foram identificados durante o primeiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes (LIRAa) deste ano, realizado de 19 a 23 de fevereiro – mais três estão previstos até o fim do ano. O LIRAa é uma amostragem, pela qual se sorteiam quarteirões para visitas, o que equivale a uma cobertura de 5% da cidade. Além do LIRAa, a Prefeitura realiza visitas em pontos estratégicos de 15 em 15 dias, como borracharias, floriculturas, ferros-velhos, entre outros espaços, e tem programado a aplicação de veneno especial e dirigido para estes locais, conforme prevê orientações provenientes do Estado.

Fonte: Assessoria | Foto: Divulgação

Related Post