Prefeitura de Santa Cruz lança edital para retomada das obras do Complexo Lago Dourado

Mais um passo rumo à concretização do maior complexo de turismo e lazer do Estado do Rio Grande do Sul. O prefeito Telmo Kirst lançou na manhã de sexta-feira (14), edital para contratação dos serviços para realização das obras de infraestrutura do Complexo Lago Dourado, às margens da BR-471. Esta será a segunda etapa das intervenções, que tiveram início em janeiro de 2016, com a execução da drenagem para construção de uma segunda taipa no entorno do reservatório.

De acordo com o edital, que será publicado neste sábado em veículo da imprensa local e regional, serão investidos R$ 11,3 milhões na pavimentação da ciclovia, construção de via de acesso e terraplenagem dos módulos 1 e 2. As intervenções deverão ser realizadas pela empresa contratada em um prazo máximo de 16 meses. “É um marco histórico para Santa Cruz do Sul porque estamos falando da obra mais importante a ser construída no município, um verdadeiro legado que deixaremos para as futuras gerações”, disse o prefeito Telmo.

Em paralelo ao processo licitatório para escolha da empresa que ficará responsável pelas obras serão elaborados os estudos hidrológicos – acordados entre a Prefeitura e o Ministério Público – e que estão em fase final de contratação junto à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e à Escola de Engenharia da UFRGS (FEERGS). Eles têm como propósito avaliar o impacto das obras propostas no entorno do reservatório.

Durante esta segunda etapa será finalizada a duplicação da pista que hoje é utilizada tanto para ciclismo como para caminhadas. A pista rente ao espelho d’água será exclusiva para caminhadas e a externa ficará restrita aos amantes da bicicleta. Ambas serão pavimentadas e separadas por um canteiro com dois metros de largura, arborizado, equipado com bancos e iluminado com luminárias de pétalas, a cada 20 metros.

É nesta fase que será feita a terraplenagem para configuração das futuras edificações do complexo e também construído um amplo estacionamento. Restarão para a terceira e última etapa do projeto, os trabalhos de terraplenagem do módulo três, que poderá contar com atrações como play molhado.

O investimento no Complexo Turístico Lago Dourado para compor uma estrutura destinada ao lazer e à prática de atividades esportivas é de R$ 20 milhões. Esse montante foi assegurado no contrato assinado entre a Prefeitura e a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), em julho de 2014. Até agora já foram investidos cerca de R$ 7 milhões. “Todos os recursos são provenientes do caixa da Corsan, graças a exaustivas negociações quando da renovação do contrato que hoje está permitindo resolver os problemas de saneamento no município”, avaliou Telmo.

De acordo com o projeto desenvolvido pela empresa STE Engenharia, as estruturas do entorno do lago serão distribuídas em três módulos. Estão previstos estacionamentos, pistas de caminhada e ciclismo, quiosques com churrasqueiras, quadras poliesportivas, play molhador, restaurante, praça de alimentação, academia ao ar livre, Eco Escola, pistas de bicicross e de skate, aquapark, banheiros e outros espaços, todos projetados com acessibilidade.

Durante a cerimônia, os convidados acompanharam a exibição de um vídeo com os detalhes arquitetônicos da obra. O ato contou com a participação do superintendente da Corsan, José Epstein, do presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Lersch, e de representantes de diversas entidades governamentais e empresariais de Santa Cruz do Sul.

O edital será publicado neste sábado em jornal da cidade. Na segunda-feira (14), foi publicado no Diário Oficial da União e está disponível no site da prefeitura.

Foto: Luiz Fernando Bertuol/Divulgação | Fonte: Assessoria

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *