Pesquisadores internacionais conhecem Escola Pedro Beck Filho

Os pesquisadores de Portugal, México e Peru foram recebidos na Escola Municipal de Ensino Fundamental Pedro Beck Filho nesta segunda-feira, 29 de outubro, por alunos, professores e funcionários na escola. O grupo de pesquisadores escolheu a instituição de ensino para conhecer devido aos projetos do Nossa Escola Pesquisa Sua Opinião (NEPSO), desenvolvidos pelos alunos há quatro anos.

O prefeito de Nova Petrópolis, Regis Luiz Hahn; o secretário Municipal de Educação, Cultura e Desporto, Ricardo Lawrenz; as integrantes da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto, Cristiane Kieling e Roseli Kehl e a coordenadora do Pólo NEPSO/RS da Universidade de Caxias do Sul, Lisandra Pacheco da Silva, acompanharam a comitiva. O grupo foi recebido pela Banda Marcial da Escola Pedro Beck Filho, regida por Jessé da Conceição.

Em uma roda de conversa, os alunos apresentaram um resumo das pesquisas desenvolvidas pela mesma turma durante quatro anos. Em 2015, os alunos do 5º Ano iniciaram a primeira pesquisa questionando por que os jovens não se interessam mais pela agricultura. No ano seguinte, as práticas agrícolas que mais se destacam na Região do Vale do Caí foi objeto da pesquisa dos estudantes do 6º Ano. Em 2017, a escola já havia formado a Cooperativa Escolar CooperBeck que produz chás e temperos, e decidiram questionar o que os moradores da região pensavam sobre o consumo desses produtos. Em 2018, os estudantes do 8º Ano abordaram a sustentabilidade na pesquisa e buscaram saber quantos agricultores aplicavam práticas sustentáveis nas suas propriedades localizadas do Vale do Caí e quais métodos eram utilizados.

Todos os integrantes da comitiva internacional falaram sobre o trabalho realizado com a pesquisa no seu país. As estudantes de Portugal compartilharam as experiências com a pesquisa realizada na escola em Lisboa e o grupo promoveu uma troca de ideias sobre as diferenças nos métodos de aplicação dos questionários e de apuração dos resultados. As professoras que acompanharam os alunos durante as pesquisas, Gabriela Casali e Maria Augusta Spier Kohl, destacam o desenvolvimento dos alunos que realizam as pesquisas do NEPSO e a maior responsabilidade destes alunos com o estudo.

O secretário Municipal e Educação, Cultura e Desporto, Ricardo Lawrenz, enfatizou a importância desses projetos para a valorização do ambiente escolar e o contentamento dos alunos e professores. “Estamos investindo na Escola Pedro Beck Filho para manter em funcionamento a única escola da Zona Rural de Nova Petrópolis. Todos estão de parabéns pelo empenho e dedicação aplicados na pesquisa que transcende a escola e precisa do envolvimento da comunidade e do Poder Público”, destaca Lawrenz.

A comitiva de pesquisadores é formada por três estudantes, um professor e dois empresários representando a Fundação Vox Populi, de Lisboa, Portugal; a coordenadora da Pontificia Universidad Católica del Perú (PUCP), do Peru e uma coordenadora do NEPSO no México. O grupo também visitou escolas de São Marcos e Sananduva.

Atualmente, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Pedro Beck Filho possui 108 alunos do Maternal e do 1º ao 9º Ano do Ensino Fundamental. A instituição de ensino conta com uma estufa construída pelo Fundo do Meio Ambiente para dar suporte à Cooperativa Escolar CooperBeck. Os alunos contam com o apoio de uma técnica agrícola, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente. O próximo passo é pensar no reaproveitamento da água da chuva para utilização no espaço de cultivo.

Foto: Divulgação/Adriana Monteiro Arrial | Fonte: Assessoria

Related Post