O Filme da Minha Vida, uma joia do cinema nacional

Por Mayara Morales

Presente e questionado, o tempo está ali, na obra-prima que é O Filme da Minha Vida, dirigida por Selton Mello e inspirada no livro Um Pai de Cinema, de Antonio Skármeta. Essa produção cinematográfica é mais do que um filme sobre um pai que abandona sua família e os dilemas que surgem a partir disso.

Assim, o tempo das relações, de conhecer a si mesmo e o outro, são trabalhados com delicadeza por meio de metáforas. O filme da minha vida se mostra uma produção profunda com diálogos verdadeiramente palpáveis para o público. As atuações de Johnny Massaro, como Tony Terranova, e Bruna Linzmeyer, como Luna Madeira, são marcantes e impecáveis, assim como de todo o elenco.

E o que falar da fotografia desse filme? Os cenários escolhidos são de encher os olhos do telespectador. Os enquadramentos usados evidenciam as marcas de cada personagem, revelando o talento e cuidado que Selton Mello teve como diretor, ao transpor a história para o cinema. Por ser uma obra emotiva com toques existencialistas, era necessário que o público tivesse essa sensação e proximidade com os personagens e a trilha sonora ajuda a costurar essa relação com o filme.

Aliás, é curioso ver a coragem e a facilidade com que o jovem diretor, roteirista e ator brinca com o seu público. Paco, o personagem que Selton interpreta, faz algumas tiradas sobre o papel do cinema, televisão e rádio. Skármeta também atua no filme e usa de metáforas sobre vida e morte, reforçando os questionamentos sobre a existência humana. Por fim, O Filme da Minha Vida é a produção que o cinema brasileiro deseja e merece.

O Filme da Minha Vida

Data de estreia: 3 de agosto
Diretor: Selton Mello
Inspirado em Um Pai de Cinema, de Antonio Skármeta

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.