Festa do Figo é destaque em Nova Petrópolis

A Festa do Figo é uma construção cooperativa das comunidades de Linha Brasil e Linha Araripe, ambas situadas ao longo da RS 235, em Nova Petrópolis. Anualmente, de forma alternada, uma destas comunidades se mobiliza para promover o evento. Em 2018, a Sociedade Cultural e Esportiva Linha Brasil realiza a 45ª edição da tradicional Festa do Figo, nos dias 3 e 4 de fevereiro. O maior evento do interior do Município integra o calendário oficial de eventos de Nova Petrópolis e do Estado do Rio Grande do Sul. A 45ª Festa do Figo coroa a podução de figo, que é extremamente representativa no Município, sendo a terceira frutífera mais importante em Nova Petrópolis e uma das que mais se expande.

Segundo o secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Lucas da Costa de Lima, Nova Petrópolis possui cerca de 70 produtores familiares de figo, que são responsáveis por uma produção de mais de 400 toneladas por ano, produzidas em mais de 42 hectares. “Cerca de 60% desta produção é comercializada para Cooperativa Agropecuária Piá para a industrialização. O restante da produção é comercializada na Ceasa, consumida in natura, vendida diretamente ao consumidor e utilizada por indústrias caseiras de doces”, disse. O secretário Municipal acrescenta ainda que 25% do que a Cooperativa Piá beneficia vem de produtores de Nova Petrópolis. Em 2017, a Piá pagou R$ 1,87 o quilo do figo aos produtores locais.

Em Nova Petrópolis, os produtores cultivam basicamente as variedades pingo de mel, negrito e roxo de valinhos. A variedade pingo de mel, cultivada em menor escala no Município, apresenta uma coloração amarelada, fruto pequeno, rusticidade e alta produtividade. Já o negrito possui formato alongado, coloração roxa, rusticidade e alta produtividade, sendo a mais plantada no Município e excelente para o consumo in natura. Enquanto a variedade roxo de valinho, apresenta fruto grande, coloração roxa, alta produtividade, menos rusticidade, requer poda anual e é mais produzida no Município em função da alta procura pela indústria.

“Agroindústrias Familiares, devidamente certificadas, que foram inauguradas em setembro de 2017, estarão expondo e vendendo seus produtos à base de figo durante o evento. Duas agroindústrias que processam figos orgânicos e duas, figos convencionais”, disse o secretário Municipal ao destacar que o diálogo entre setores da Prefeitura de Nova Petrópolis, Governo do RS e EMATER foi fundamental para as inaugurações. Segundo Lucas da Costa de Lima, o processo de obtenção das certificações de Agroindústrias Familiares ficou mais simples e rápido, beneficiando os moradores do interior. Ainda de acordo com o secretário, a intenção da Administração Municipal é inaugurar dez novas Agroindústrias Familiares em 2018.

O evento deste ano contará com a comercialização de frutas in natura, variados produtos a base figo, produtos coloniais, bolinho de batata, cuca de Figo e outras frutas, máquinas e implementos agrícolas, automóveis, caminhões, artesanato, flores, entre outros. Além disso, oferece apresentações culturais, envolvendo a comunidade e visitantes.

As soberanas da 45ª Festa do Figo, Rainha Isabele Jung Scariot e as Princesas Fabiana Bauer e Saionara Luana Schons Machado são as anfitriãs do evento. Conforme informações da comissão organizadora, mais de 15 mil pessoas são esperadas para a Festa do Figo.

Segundo o presidente da Sociedade Cultural e Esportiva Linha Brasil, Celso Seefeld, os preparativos para a Festa do Figo 2018 ocorrem de forma intensa. “Esperamos mais de 450 expositores para o evento. Temos uma expectativa muito positiva para a 45ª edição”, colocou Seefeld.

A 45ª Festa do Figo é uma realização da Sociedade Cultural e Esportiva Linha Brasil; conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Nova Petrópolis, EMATER e Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Nova Petrópolis e Picada Café e patrocínio de Banrisul, Sicredi, Cooperativa Piá.

Foto: Divulgação | Fonte: Assessoria

Related Post