Férias de julho movimentam a economia gaúcha

As férias escolares de inverno transformam o mês de julho em um dos períodos mais importantes para o setor de turismo no Rio Grande do Sul, principalmente em restaurantes, hotéis e pousadas. Porém, os benefícios não param por aí proporcionando boas vendas de material esportivo, vestuário e artigos de viagem.

Dados da Secretaria Estadual de Educação do RS e do Ministério da Educação (MEC) mostram que cerca de 2,3 milhões de estudantes matriculados em pré-escolas, ensino fundamental e médio e universidades, vão usufruir de um período de férias em julho. Ainda que boa parte deles não viaje alguns municípios terão um bom retorno econômico com a circulação de turistas ou de moradores que residem fora e regressam para o convívio familiar por alguns dias.

As cidades da Serra Gaúcha, como Gramado, Canela, Nova Petrópolis, Caxias do Sul e Bento Gonçalves recebem o maior contingente visitantes. Municípios do interior gaúcho também incrementam a renda em julho, recebendo jovens universitários nascidos nestas localidades e que cursam suas faculdades em outras cidades.

A empresária Veronicah Sella, sócia-proprietária do Empório Essenza Serra Gaúcha e da CriaAmigos Oficina de Ursos, ambas em Gramado, comemora o período de incremento nas vendas das lojas. “Esperamos um aumento de até 40% na comparação com maio, por exemplo, um mês onde não faz tanto frio e que não traz tantos turistas para Gramado. Disponibilizamos cosméticos e uma completa linha para casa, composta por difusores, aromatizadores, velas perfumadas, sachês perfumados e essências”, ressalta.

Para o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch, julho é um mês que pode gerar um índice positivo de vendas para o varejo gaúcho. “A Serra Gaúcha recebe milhares de turistas nesta época, fazendo com hotéis, restaurantes e empreendimentos que comercializam souvenires e artigos de vestuário se beneficiem com a grande movimentação de visitantes. Porto Alegre, uma cidade que se caracteriza pelo turismo de eventos, acaba tendo mais pessoas circulando em shopping centers, cinemas, parques e praças”, afirma.

Para as famílias que optam por viajar, apresentar produtos como organizadores de mala, acessórios para viagem e outros itens relacionados a passeios pode incrementar as vendas. “A maior parte dos clientes que chegam a loja em julho são de Porto Alegre, sim, mas também recebemos um expressivo número de consumidores oriundos de outros estados que compram os nossos produtos. Creio que o fato de estamos localizados em uma área com boa rede hoteleira e a qualidade das nossas malas, mochilas e bolsas acabam sendo fatores determinantes para essa clientela nos visitar”, enfatiza a proprietária da Casa das Bolsas, no centro da capital gaúcha, Joelma Silveira.

Crédito da foto: Marcelo Matusiak/Divulgação
Fonte: Assessoria

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *