Feira italiana gera US$ 37 milhões para calçadistas

A maior feira calçadista do mundo, a Micam Milano, que ocorreu entre os dias 16 e 17 de setembro, em Milão/Itália, deve gerar mais de US$ 37 milhões – entre negócios efetivos in loco e alinhavados – para as 71 marcas brasileiras participantes. A participação verde-amarela se deu apoiada pelo Brazilian Footwear, programa de incentivo às exportações de calçados mantido pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

O gestor de Projetos da Abicalçados, Cristian Schlindwein, destaca que foram proporcionados mais de 1,4 mil contatos com compradores dos principais mercados do mundo, o que foi destacado pelos expositores brasileiros. “Além disso, o volume de negócios esperados ficou 12% acima do registro da mostra de mesmo período do ano passado, que já havia sido positivo”, comemora. Segundo o gestor, os visitantes estavam mais interessados nos produtos brasileiros, dispostos a aumentar o leque de produtos em suas lojas. “A Micam também se mostra cada vez mais estratégica para a internacionalização das empresas por atrair um público diversificado e de diferentes nacionalidades”, acrescenta.

Coleção acertada

A feira, que nesta edição apresentou as coleções de primavera-verão, teve como resultado positivo, além do volume de negócios, a aceitação dos produtos verde-amarelos. “Recebemos muitos elogios dos clientes que nos visitaram e o resultado culminou com a abertura de uma importante rede do Oriente Médio, que é mercado-alvo da marca nos próximos dois anos”, conta Jéssica Bender, gerente de exportação da Petite Jolie, acrescentando que a empresa ainda abriu outros mercados, além de atender os clientes já tradicionais. Jéssica ressalta também a importância de estar com o distribuidor de Portugal na feira, pois conseguiu fechar pedidos com butiques portuguesas e italianas.

Foto: Reprodução | Fonte: Assessoria

Related Post