FCC aposta em internacionalização para se tornar mais competitiva

A empresa FFC, de Campo Bom (RS), está apostando na internacionalização para continuar expandindo em seu segmento. Considerando que a produção de calçados não cresceu nos últimos anos no Brasil, a FCC enxerga o processo de internacionalização como uma estratégia geográfica para tornar a empresa mais competitiva, levando suas tecnologias a diferentes continentes.

Para o Diretor Comercial da empresa, Marcelo Garcia, essa estratégia busca beneficiar diferentes mercados com a tecnologia brasileira de uma indústria que se diferencia pela inovação. “O nosso objetivo é levar o que já faz sucesso no Brasil para outros países, adaptando os nossos produtos em diferentes mercados que estão utilizando tecnologias anteriores àquelas desenvolvidas pela FCC”, aponta o Diretor Comercial. Outro ponto destacado por Garcia, fundamental neste processo de internacionalização, foi a capacidade da empresa de se reinventar.

A FCC nasceu há 50 anos, fabricando componentes específicos para calçados, que hoje em dia já nem produzimos mais. Nos transformamos e atualizamos ao longo dos anos, sempre atentos e receptivos às mudanças do país e do mercado internacional, bem como das necessidades das indústrias e pessoas”, pontuou.

Em 2017, a empresa inaugurou um centro de distribuição no México. A empresa viu no país uma oportunidade de levar os seus produtos para um número ainda maior de territórios, além de apostar no mercado mexicano para buscar ideias, como uma via de mão dupla. A FCC também acredita no país como um mercado promissor, com estratégia de expansão e investimento em novos negócios.  Já para este ano, a empresa prevê um investimento de R$ 20 milhões no processo de internacionalização, com a construção de uma unidade fabril em território que ainda está sendo avaliado pela empresa.

Foto: divulgação | Fonte: Assessoria

Related Post