Eixo Sul Complexo Industrial e Logístico é lançado no Sul do estado

Com localização estratégica às margens da BR-116, no perímetro urbano de Pelotas e a 59 quilômetros do Porto de Rio Grande, com acesso rodoviário às cidades de Porto Alegre, Santa Maria, Jaguarão, Bagé e Rio Grande, o Eixo Sul Complexo Industrial e Logístico foi projetado visando a redução de custos, segurança e para proporcionar logística adequada aos setores industriais e comerciais.

O empreendimento capitaneado pelos empresários Marcelo Moreira e Ricardo Lorenzet é o primeiro na região Sul do estado, tem investimento inicial de R$ 20 milhões provenientes do setor privado e também busca atender empresas que mantenham operação com os países do Mercosul, dada a proximidade e a facilidade de acesso ao Uruguai e à Argentina.

O bairro planejado para implantação de empresas de pequeno, médio e grande portes de segmentos variados, tem as licenças de instalação e ambientais aprovadas e iniciou a comercialização da primeira etapa da urbanização com a oferta de 47 lotes com tamanho mínimo de 1.000 m² com o melhor custo benefício do mercado.

Na infraestrutura, projeto de segurança na instalação do empreendimento, rede de fibra ótica, wi-fi nas áreas públicas, pavimentação asfáltica de rodovia projetada para o trânsito de transportes pesados, topografia plana, avenidas com seis faixas de rolagem e a possibilidade de expansão espacial das empresas que lá se instalarem.

Pensando no melhor resultado às empresas pela satisfação e condições de trabalho de seus colaboradores, o Eixo Sul buscou soluções humanizadas para o uso do espaço público e projetou uma ampla e diversificada área de lazer. O Parque Linear conta com equipamentos de esportes e lazer, corredores ecológicos, ciclovias, caminhos de pedestres, entre outras facilidades. Também estão projetadas uma área para receber hotéis e outra para paradouro e abastecimento.

Imagem aérea do complexo | Foto: Divulgação

A primeira empresa a se instalar no Eixo Sul Complexo Industrial e Logístico é a Stara, e há outros terrenos já comercializados para o setor do agrobusiness, às empresas New Rolland – Super Tratores – e KLR Implementos. Além da venda convencional, os empresários trazem o inovador conceito Built to Suit. A modalidade de negócio, cuja tradução é construir para servir, possibilita o aluguel do espaço.

Conceito vanguarda, nesse formato os empresários que querem se instalar no Eixo Sul selecionam o terreno desejado, com contrato mínimo de locação por 20 anos, e a incorporadora do Complexo se responsabiliza pela construção da empresa de acordo com as necessidades apresentadas. A proposta dos empresários Marcelo Moreira e Ricardo Lorenzet com a oferta dessa modalidade diferenciada de negócio foi proporcionar valores atrativos e a possibilidade de instalação das empresas, em um local apropriado e com toda a infraestrutura necessária, sem que essas tenham de imobilizar capital, podendo, assim, desenvolver seus negócios.

Fonte: Assessoria

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *