Central de reciclagem vira sala de aula para os alunos do Ensino Médio da IENH

Buscando conhecer e entender questões sobre problemas ambientais que são essenciais para aprender a ser consciente, anualmente, por meio do Programa Socioambiental da IENH, os alunos das 2ªs séries do Ensino Médio da IENH – Unidade Fundação Evangélica visitam a central de reciclagem. Assim, na quinta, 01, os estudantes conheceram a Central de Catadores – Unidade Sul de Coleta Seletiva Solidária do bairro Liberdade.

Acompanhados pelas Professoras Fernanda Kohlrausch, Liani Kegler Walzburger, Rita da Cunha e a Coordenadora dos Programas Socioambientais Isabel Lizakoski, os alunos puderam aprender sobre sustentabilidade e coleta seletiva. Inicialmente, realizaram a entrega de alfaces cultivadas na Horta Escolar da Unidade e também dos primeiros materiais recicláveis coletados na campanha do Lixo Zero.

Na visita, assistiram ao documentário CataVida, que aborda a origem, o funcionamento e a importância do Programa de Gestão Social de Resíduos – Catavida, bem como ocorre o trabalho dos cooperados. Participaram de um jogo de charadas sobre o que aprenderam no local. No entanto, mais do que ouvir e ver, os alunos também experimentaram um pouco da rotina diária dos catadores.

Em conjunto com os colaboradores do local, realizaram a seleção do lixo na esteira e também os auxiliaram no trabalho da prensagem. A partir da explicação dos trabalhadores, aprenderam sobre a correta separação dos resíduos e a forma de identificá-los.

“Eu tive uma experiência de usar a prensa. Tem vários materiais que são prensados ali, como papelão, latinhas, papel branco e colorido. A gente coloca os materiais separados na prensa, então, ligamos a prensa e os materiais são prensados. Depois eles são montados em fardos. É uma experiência bem legal. A gente reflete muito sobre o lixo que produzimos na cidade”, disse o aluno do Ensino Médio, Lucca Wolff.

“Essa experiência foi muito legal, pois vi coisas que posso fazer para melhorar o processo realizado na central de reciclagem. Com certeza, vou melhorar isso em casa e colocar em prática as dicas que ensinaram”, conta a aluna do Ensino Médio, Gabriela Grings Barcelos.

“A experiência de visitar o Catavida com a IENH é muito gratificante. Me orgulho de poder fazer parte deste projeto junto com a Isabel e diversos outros professores. A vivência que temos aqui de visualizar o lixo que a gente produz e a separação, que é tão importante, faz com que os alunos repensem os seus hábitos e tragam isso para a escola e no seu dia a dia. É muito bom viver isso!”, diz a professora Fernanda Kohlrausch.

Foto: Divulgação | Fonte: Imprensa IENH

Related Post