Casa de Cinema de Porto Alegre inicia filmagem de novo longa

Iniciam hoje, 04, as filmagens do mais recente longa-metragem da Casa de Cinema de Porto Alegre, “Aos Olhos de Ernesto”, é escrito e dirigido por Ana Luiza Azevedo, com investimento do BNDES e do Fundo Setorial do Audiovisual. O filme conta a história de um velho fotógrafo (o uruguaio Jorge Bolani) que está ficando cego e tenta conviver com as limitações da velhice. E, o que Ernesto descobre é que ser velho pode não ser apenas aprender a conviver com as perdas, com a solidão, com a memória ou com a falta dela, ser velho pode ser também divertir-se com a companhia dos seus fantasmas, deliciar-se com as imagens borradas da cegueira, rejuvenescer com a frescura da convivência com uma jovem menina que descobre a vida, reencontrar velhas amizades. E, ainda, perceber que a vida e o amor são possíveis, também, aos 80 anos. No elenco principal ao lado de Bolani estão o argentino Jorge D’Elia, Julio Andrade e Gabriela Poester.

“Bolani era Ernesto desde o primeiro dia em que o encontrei em um café em Montevidéu e, através dele, veio a sugestão e o convite para Gloria Demassi fazer Lucía. A Gabi Poester foi sempre a Bia, ou a Bia foi sempre a Gabi Poester, só faltava ela saber e aceitar. O Julinho é um namoro antigo. Dirigi ele em um dos seus primeiros trabalhos para televisão e ele já era um grande ator. Fico grata por ele aceitar fazer esta pequena e preciosa participação no meio da gravação de uma série de TV. Uma verdadeira participação afetiva. Como são as de Mirna Spritzer, Aurea Baptista, Janaina Kremer, Celina Alcântara e Marcos Contreras, atores que admiro e com quem eu já trabalhei muitas vezes. Mas ainda faltava Javier. Alguns amigos nos indicaram Jorge D’Elia. Convidamos e ele veio passar um dia em Porto Alegre para nos conhecer, e conhecer seu personagem. Foi pouco tempo. Mas um bom ator sempre traz seu personagem na bagagem, e Javier é muito melhor do que eu poderia imaginar. Nestes dias com os atores mergulhando nas páginas do roteiro, os personagens saíram do papel. É, sem dúvida, um dos momentos mais bonitos da realização de um filme”, disse a diretora Ana Luiza Azevedo.

O roteiro, escrito por Ana Luiza e Jorge Furtado, tem colaboração de Vicente Moreno e Miguel da Costa Franco. A Produção Executiva é de Nora Goulart, Direção de Fotografia de Glauco Firpo, Direção de Arte de Fiapo Barth e William Valduga e montagem de Giba Assis Brasil. Os figurinos são de Rô Cortinhas, Beleza por Britney, Direção de Produção de Glauco Urbim e Som Direto de Rafael Rodrigues. Áurea Batista, Celina Alcântara, Janaina Kremer, Kaya Rodrigues, Marcos Contreras, Mirna Spritzer, entre outros nomes, integram o elenco. As filmagens seguem até o final de outubro em Porto Alegre e em novembro a equipe segue para Montevidéu.

A Casa de Cinema de Porto Alegre ganhou em 2015 o Emmy Internacional de Melhor Comédia pela série Doce de Mãe. A produtora foi criada em 1987 por um grupo de cineastas do sul do Brasil. Em 31 anos, a Casa já produziu mais de uma centena de filmes, vídeos, programas de TV e séries. Os parceiros e clientes incluem empresas como TV Globo, Globosat, RBS TV, Canal Futura, Canal Brasil, Canal Curta!, a britânica Channel 4, a alemã ZDF, HBO Latin America, as fundações norte-americanas Rockefeller e Macarthur, as distribuidoras Columbia, Elo Company, Imagem Filmes, Espaço Filmes, Fox e a produtora argentina 100 Bares. A estratégia da Casa de Cinema de Porto Alegre é produzir conteúdo exclusivo com relevância social, com foco no desenvolvimento artístico e cultural.

Foto: Divulgação | Fonte: Assessoria

 

Related Post