Casa da Música da Ospa é inaugurada em grande concerto

Depois de quase sete décadas de trajetória, a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) conquistou sua primeira sede própria para ensaiar e se apresentar. Na tarde de sábado, 24, foram abertas as portas da Sala de Concertos da Casa da Música da Ospa, primeira fase do complexo que será finalizado ao longo do ano. Na ocasião, o clima não poderia ser diferente: emoção e alegria tomaram conta dos músicos, dos convidados e do público.

Um grande concerto marcou a abertura. Sob a regência de Evandro Matté, maestro e diretor artístico da Ospa, os músicos realizaram a estreia mundial de Mba’epu porã, obra de Arthur Barbosa encomendada especialmente para o evento; interpretaram Rhapsody in Blue de George Gershwin, acompanhados pelo solista Cristian Budu ao piano; e apresentaram a Sinfonia do Novo Mundo de Antonín Dvorák, obra que acompanhou o desenvolvimento do projeto da Casa da Música da Ospa por ter um título que remete à transformação.

Antes do concerto, foi descerrada uma placa de inauguração pelo governador do Estado, José Ivo Sartori, pelo presidente da Fundação Cultural Pablo Komlós, Luiz Osvaldo Leite, pelo secretário de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Victor Hugo, pelo procurador-geral de Justiça, Fabiano Dallazen, pelo secretário de Infraestrutura Cultural do Ministério da Cultura (MinC), Alfredo Bertini, pelo diretor artístico da Ospa, maestro Evandro Matté e pelo presidente da Fundação Ospa, Ivo Nesralla.

O secretário Victor Hugo deu as boas-vindas ao público, e afirmou que a inauguração é “símbolo de um Rio Grande que dá certo”. Sublinhou, também, que a sociedade é elemento fundamental para essa conquista, lembrando o financiamento coletivo Faça parte desta História, que auxiliou no processo. Rogério Beidacki, superintendente administrativo da Ospa, foi citado como uma das principais figuras do feito histórico da abertura da Casa da Música.

Em sua fala, o governador José Ivo Sartori agradeceu a todas as secretarias envolvidas na iniciativa. Ele tomou a inauguração como um exemplo dos frutos que já estão sendo colhidos pelo Rio Grande do Sul, decorrentes da modernização do Estado.

A Casa da Música da Ospa fica no Centro Administrativo Fernando Ferrari. O Governo do Estado do Rio Grande do Sul, através da Secretaria da Modernização Administrativa e dos Recursos Humanos, cedeu a área de 2.500m² de um auditório que não foi finalizado para a Ospa fazer, no ano passado, a sua Sala de Ensaios – área que se transformou nessa obra. O empreendimento se realizou com o suporte, principalmente, da Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, do Ministério Público, da Fundação Pablo Komlós e a da sociedade civil.

Fonte: Assessoria | Foto: Divulgação

Related Post