Calçadista alcança certificação máxima em sustentabilidade

A calçadista Bibi, de Parobé/RS, é a primeira indústria calçadista a receber certificação máxima do Programa Origem Sustentável. Promovido em conjunto pela Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couros, Calçados e Artefatos (Assintecal), Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) e Instituto by Brasil (IBB), o programa é pioneiro na certificação em sustentabilidade da cadeia produtiva do calçado nacional, alcançando reconhecimento internacional de instituições como a Universidade de Cambridge (Inglaterra), que irá receber uma apresentação do programa no Congresso Mundial de Tecnologias Sustentáveis, que ocorre entre 10 e 13 de dezembro.

A coordenadora de Projetos de Inovação do IBB, Linda Pienis, destaca que o programa, que é auditado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e SGS Certificadora, é pioneiro no setor brasileiro. “A Bibi, que aderiu ao programa assim que foi lançado, em 2013, já largou com atendimento de quase 80% dos indicadores obrigatórios”, conta a coordenadora, ressaltando que o selo máximo, o Diamante, foi obtido após auditoria realizada em novembro passado, que verificou melhorias significativas em indicadores como de gestão de resíduos, substituição de adesivos químicos por base água, utilização de componentes e embalagens reciclados e recicláveis e incorporação da sustentabilidade no planejamento estratégico da empresa.

“Com esta conquista, a Bibi representa um modelo a ser seguido pelas demais empresas do setor, além de ser grande incentivadora da implementação da sustentabilidade em toda cadeia produtiva”, diz Linda.

O presidente da Bibi, Marlin Kohlrausch, ressalta que a certificação decorre de um compromisso da empresa com os pilares social, econômico e ambiental que formam o conceito de sustentabilidade. “Esta certificação evidencia um pouco do nosso dia a dia e a preocupação que temos em oferecer o melhor produto ao público infantil. Estamos honrados em sermos a primeira empresa do Brasil a conquistar tamanho reconhecimento”, comemora o empresário.

Programa Origem Sustentável
Foi desenvolvido para certificar empresas brasileiras da cadeia produtiva do calçado que incorporam a sustentabilidade em seus processos produtivos. Todo o processo para a certificação segue 52 indicadores distribuídos em quatro pilares: econômico, ambiental, social e cultural. O programa de certificação garante que as empresas tenham um melhor engajamento com relação ao tema, garantindo ganhos econômicos, sociais e ambientais. Já são 143 empresas no programa, sendo 17 de calçados e 126 fabricantes de insumos e componentes para o calçado.

Foto: Reprodução | Fonte: Assessoria

Related Post