Sessão da Câmara é encerrada por protestos

Sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Sul acabou encerrada pelo presidente Bruno Faller (PDT), depois que o vereador Licério Agnes (Progressistas) tentou se pronunciar três vezes na tribuna. O seu pronunciamento acabou sendo prejudicado pelas vaias da platéia formada, em sua maioria, por servidores públicos municipais.

O presidente do Poder Legislativo em observância ao artigo 237 do regimento interno suspendeu a sessão, que deve ser realizada em nova data. Segundo Faller a tribuna é um local democrático e plural, onde todos os partidos têm direito de se pronunciar.

Os vereadores da Oposição mostraram sua indignação com a suspensão da sessão, pois entendiam que ela deveria ser mantida e seguida até o final, houve uma discussão entre o vereador Elstor Desbessell e o vereador Francisco Carlos Smidt, que questionaram a decisão da presidência. Antes de Licério Agnes, os vereadores Mathias Bertram e Luizinho Ruas, do PTB, fizeram o uso da tribuna no pequeno expediente.

Ainda esta semana, o presidente pretende chamar os presidentes dos sindicatos dos professores e dos servidores, para tentar sensibilizar os mesmos para garantir um clima favorável para a realização das sessões.

Foto: Divulgação | Fonte: Assessoria

Related Post